ESTOU REVOLTADÍSSIMO!!!


Olha, pessoal, antes eu não tivesse lido esta matéria jornalística.
Estou revoltadíssimo e já mandei dezenas de protestos para a redação deste órgão da mídia e dos articulistas de uma reportagem na qual, eles afirmam que a marca do biquíni,faz mal a saúde da mulher..

O argumento é o de que a pele deve ser bronzeada por igual e a marca do biquíni demonstra que ali houve exposição de raios solares maléficos a saúde sem estar protegidos por protetores dermatológicos, adequados.
Quanta sandice numa só publicação !
E porque esses caras ao invés de ficarem bostejando estas tranqueiras,inutilidades cientificas e quinquilharias pseudo catastróficas não vão lá para a região Amazônica tratarem de índio com malária,tuberculose e tantas outras doenças ou embarcam para o continente africano para salvar crianças com distrofias pluricarenciais nutritivas crônicas?
Ei, bobão, não mexe na marca de biquíni das nossas gostosas!
Vai arrumar um trabalho sério para fazer,seu incompetente!
Você esta preocupado em vender protetor solar, tudo bem, mas faz o"seu" sem estragar o "nosso', e não venha com esta conversinha fiada para apagar estes vestígios do corpo da mulher que, nos leva a ficar horas e horas admirando,admirando e ...babando!

Estas tatuagens de crocodilo,e escorpião na virilha delas vocês aprovam não é?
Tatuagens enormes e horrorosas que certas mulheres incautas usam e que sujam os lindos corpinhos naturais delas, vocês achas até artístico, não é cara pálida?
Como meu amigo você não gosta de mulher?
Já estava desconfiado.
Aliás, os caras que menos gostam de mulheres são os cabeleireiros, costureiros e outros como vocês seu panacas!
Ficam fazendo desfile de modas empurrando pela goela abaixo das plateias,vestidos que, são verdadeiras fantasias de filme de terror mal elaborado ou daqueles bailes de carnaval nos quais havia concurso de fantasias e em geral terminavam em bate-bocas impublicáveis.






Certos cabeleireiros, também empanturram tanto a cabeça das mulheres com as mais diversas e “modernas” drogas de tintas,cremes e o escambal, que, na maioria das vezes elas saem do salão com os cabelos parecendo gatas assustadas depois de serem escaldadas.


Portanto,deixem as lindíssimas marquinhas de biquíni delas, em paz.




Afastem-se destas áreas maravilhosas dos corpos femininos e pelos quais nós somos até capazes de fazermos uma revolução neste país, pegar em armas, e colocar este monte de picaretas em cosmetologia no paredão.
Que crueldade!
E agora desejava falar com vocês mulheres abençoadas pela natureza e completamente marcadinhas pelo sol exuberante deste país tropical.
Eles não são cientistas coisa nenhuma, estão é arrancando os cabelos de inveja de vocês, pois, uns já saíram do armário e outros ainda não encontraram a chave e ficam assim irritadiços tendo estes tremeliques e ataques de frescurites aguda contra as benditas marquinhas de biquínis que, as tornam nossas eternas deusas destes verões brasileiros.

E eles são tão pouco consistentes nas suas teorias que, se suas marcas de biquíni mostram que houve irradiação de raios solares irregulares no seu corpo, na realidade o que eles querem?
Vou responder: Eles querem que vocês passem a ir à praia nuas pois, só assim deixariam de ser marcadas divinamente pelo sol e como sabem que a maioria não vai a praia nua, esses “irratadiços cosmetólogos”.querem tirar vocês da praia para que, eles fiquem passeando lá pela areia, sem nenhuma concorrência e exibindo suas ridículas sunguinhas de crochê.
Ora, companheiros, tomem vergonha na cara, deixem nossas musas em paz!
Fala serio!

DEZ COISAS QUE ELES E ELAS DEVEM OU NÃO,FAZER UM COM O OUTRO.




ELAS:

1-Palitar os dentes em qualquer situação.
2-Fazer o “número um” ou “número dois” ou vice versa, na frente do seu amado.
3-Jamais escovar os dentes e ainda querer conversar com o cara, durante o processo dentifrício.
4-Perguntar se foi bom, depois do “rala e rola". Ou ela sabe que foi ou então, procura caprichar mais na próxima.
5-Tomar sopa fazendo barulho com a boca.
6-Dizer esta frase desprezível quando o parceiro quer incrementar o sexo:” Se você quer, tudo bem. Por mim tanto faz”. Tanto faz?
7-Ficar abaixando o ombro do parceiro e esticando o pescoço por cima dele, dando gritinhos de ai, ai, ui, ui para na verdade ficar espiando e  não perder o capitulo da novela das nove.
8-Jamais se lembrar das dívidas ou pagamentos, antes, durante e depois... Bem, depois até pode, mas com muito jeitinho.
9-Nunca avisar na sexta-feira à noite quando estiverem indo para a churrascaria que, a mãe virá passar o fim de semana com eles.
10-Elogiar sempre, sob qualquer pretexto e em qualquer momento o tamanho, a competência e a forma deslumbrante e sem igual, daquele maravilhoso instrumental que ele usa para também, fazer neném.

ELES:

1-Dizer que a fantasia de colegial que ela está usando para incrementar a relação, ficou ridícula!
2-Interromper na hora do “vamos ver” o ritmo natural das coisas, para regular o ar-condicionado.
3-Jamais ir para cama depois de ter jogado futebol a tarde inteira e ainda teimar com ela dizendo que está “ muito limpinho”.
4-Não encher excessivamente a cara de bebida, pois, vai dormir...mesmo!!!
5-Prometer que “depois”, vão jantar fora, mudar de idéia e mandar ela fazer cachorro-quente ou qualquer porcaria parecida com esta.
6-Cometer a maldade de comentar que os peitos dela estão desabando.
7-Ficar lembrando nostalgicamente a época em que faziam sexo, na chuva, no chão, na roça e ou numa casinha de sapê e que agora...
8-Ficar segurando e guiando a cabeça dela durante o sexo oral , como se ela fosse uma débil mental e não soubesse o caminho.
9-Tentar pegar a pobrezinha desprevenida e sem piedade, obter um sexo anal não-autorizado.
10-Insistir em conversar sobre a bunda da vizinha e o pior, comparando com a dela de forma pouco elegante e depreciativa.



SE TAMANHO FOSSE DOCUMENTO, NENHUMA MULHER SAIRIA DE CIMA DO PICO DA BANDEIRA.


O QUE DEVE SER COMPREENDIDO É QUE AS MULHERES NÃO POSSUEM TÚNEIS INTERMINÁVEIS A SEREM PENETRADOS.
VOCÊ, HOMEM INSEGURO, NÃO PRECISA TER UMA BROCA QUE ATINJA QUATRO MIL METROS DE PROFUNDIDADE, POIS, NÃO ESTARÁ PROCURANDO PETRÓLEO, NA CAMADA DO PRÉ-SAL, SEU ABESTALHADO!O SEU TEM O TAMANHO QUE LHE COUBE. HOMENS COM PÊNIS ASSOMBROSOS VIVEM SEMPRE A MEIO-PAU, E É UM DESPERDÍCIO, POIS, UMA BOA CENTIMETRAGEM DELE FICA DE FORA,APANHANDO FRIO E INAPROVEITADA.VOCÊ JÁ TEM UM, E ISTO É ÓTIMO! AGRADEÇA!!!NO ENTANTO, SAIBA USÁ-LO E LEMBRE-SE QUE O PÊNIS É SOMENTE MAIS UM, DESTE GRANDE ARSENAL DE POSSIBILIDADES SEXUAIS, QUAIS SEJAM:
-QUEM TEM BOCA VAI A ROMA!-E SE VOCÊ NÃO FOR MANETA, SE SUAS MÃOS, COMO AS DE TODO MUNDO, TIVEREM CINCO DEDOS CADA UMA, ISTO IRÁ TRANSFORMÁ-LO NUMA MÁQUINA DE FAZER SEXO, INVEJÁVEL!

-LEMBRE-SE QUE MULHER PRECISA É DO CALOR DOS SEUS AFETOS , E NÃO DE SER IMPLODIDA COMO O COFRE DE BANCO.

MAS PELO SIM, PELO NÃO...METE A CARA!

SE É QUE ME FIZ ENTENDER.

E-MAIL SOBRE OS LOIRINHOS.



Continuamos a receber diversos e-mails. Desta vez destaco e publico o de um homem casado o qual transcrevo, esperando a contribuição de todos para refletirmos sobre o problema deste aflito companheiro.

Leonildo do Jardim Botânico, Rio de janeiro.

 Amigo Paulo,

Sou casado há três anos e no inicio minha mulher me chamava de “mô” e ”bombonzinho”, porém de uns tempos para cá parou com estes apelidos afetivos e me trata com indiferença e sempre à noite quando a procuro ela diz na minha cara que não está com vontade, se vira e dorme.
Faço tudo por ela e até no mês passado contratei um jardineiro que ele sempre quis que cortasse a grama dela,pois gosta dela sempre bem aparadinha. É um rapaz muito educado, malhado, loiro, 1.80, parecendo mesmo um artista de televisão, tão educado que as mulheres aqui do condomínio tem muita pena dele e todas elas o contrataram, também.
Ela vivia dizendo, também, que não tinha “saco” de freqüentar uma academia e para que ela tivesse mais conforto contratei a pedido dela, um professor de educação física, rapaz gentilíssimo, loiro, olhos azuis, como ela própria diz, “muito bem apessoado” que cinco vezes por semana vem aqui e fica três horas tratando do corpo dela com exercícios os mais diversos.
Não é nem pelo salário que eu pago, porque ele disse que, para inicialmente ajudá-la iria cobrar só R$ 50,00 por mês. Estranhei , mas ela me respondeu que nem todo  mundo era “olho grande “como eu e que ainda existia gente boa e caridosa neste mundo.
Paulo saiba que ela, para não precisar fazer comida e lavar louça e arrumar a casa, ela me pediu para contratar um empregado doméstico, porque estava cansada de mulher como empregada doméstica, dizendo que faltavam muito e que outro loirinho, irmão do porteiro daqui do condomínio e que, foi até chefe de cozinha num grande hotel daqui do Rio de Janeiro, estava disponível e tinha aceitado o emprego. Ele chega aqui pela manhã faz todo o serviço e meio dia vai embora,porque trabalha também como modelo numa empresa de creme dental.Realmente os dentes dele são perfeitos.
Amigo só lhe contei estes detalhes para lhe mostrar como nunca nego nada a ela e sempre procuro dar-lhe o melhor.
Tenho trabalhado muito, saio muito cedo de casa e nunca volto antes das 23h, pois tenho que fazer muitas horas extras para pagar todos estes meus compromissos com a casa.
Qual a sua opinião?

Resposta:

Leonildo despede todo mundo,inclusive ela!





COMO ELE NÃO COMEU MARILEINE !!!

                                          



Estava na praia sob um sol escaldante. Sensação térmica de quarenta e cinco graus debaixo da barraca e em meio aquela sensação de que o deserto do Saara era ali, o cara vislumbrou um oásis de mulher, loira natural e naturalmente, irresistível com um fio dental preto, lindíssimo, deslumbrante, simplesmente porque quase não se via...o fio dental!
Acenou com a cabeça, esboçou um sorriso para aquela mulher lindíssima que estava deitada de bruços, olhando na sua direção. Então, ela levantou-se, também, mas em direção ao mar, como se estivesse querendo dizer:
-Olha aqui, o que, nesta vida, um homem pode desejar de melhor, numa mulher!
Ela não deveria ter feito aquilo. Ele já estava satisfeito só com as suas costas lisinhas, bronzeadas, sem um sinalzinho sequer e aqueles dois morrinhos no final, de onde saíam duas coxas roliças, e com penugens tipo pêssego. Absolutamente, gostosas. Ponto.
Loira com penugens tipo pêssego derruba e causa arritmia no mais normal dos corações masculinos.
Levantou-se também, e seguiu-a por trás, num ângulo privilegiado e ainda tomando fôlego para se acostumar com o que esperava ver pela frente.
Disse:
-Calor infernal, né?
Ela olhou para trás e falou:
-Oi, verdade. Ah toma conta das minhas coisas lá na areia?
Deu meia volta, tal qual um solícito serviçal destas grandes mansões e ocupou o território dela.
Mulher tem que saber mandar. E como ela sabia. E podia.
Ela deu uma mergulhada e aí sim de frente para aquela maravilhosa realidade, ele descobriu o novo Colosso de Rhodes com uma boca carnuda, nariz empinadinho, olhos levemente puxados cor de mel, dois seios um do lado do outro, robustos, mas comportados, sem ter passado por cortes, nem próteses de silicone, um ventre de santa, e aquele andar, tipo mexe-mexe, enfim um corpo moldado no dia mais inspirado do Homem lá de cima.
-Apanha esta tolha - e pediu com um leve sorriso de quem sabe a força do sorriso que tem.
Passou levemente no rosto, estendeu-lhe a mão e se apresentou.
-Prazer, Marileine.
Antes mesmo que ele pudesse dizer o meu nome, ela atropelou.
-Vou tomar um mate.
Aí, o extasiado serviçal deu um berro e o cara do mate veio correndo e perguntou-lhe.
-O Sr...Também toma?
Imediatamente reagiu;
-Não, e ela quem vai tomar, e disse isso olhando escancaradamente para aquele par de coxas que estavam a sua frente, pois, sentado na toalha ele tinha a impressão que o mundo era realmente, só aquele par de coxas, pois, naquele instante tinha sumido o mar, as pessoas em volta, e tudo era e tão somente, só coxas!
-Ah, também quero biscoito e deixa água de coco também - Marileine completou o pedido.
Ordenou ao cara que servisse.
O vendedor perguntou-lhe.
- E o senhor, vai comer?
Coincidentemente ouviu aquela frase que denunciava sua intenção e pensando alto balbuciou:
- Pretendo comer...
Quando o vendedor ofereceu-lhe o saco de biscoito, ele acordou e corrigiu.
-Não, mais tarde. Mais tarde, eu...talvez coma, também, o biscoito. Não quero agora.


O “também” abriu um sorriso em Marileine que nem uma garota propaganda escolhida realmente, a dedo e no sofá certo, conseguiria tal desempenho: Perfeito!
-Trabalha em que Marileine? – perguntou-lhe.
-Sou freelancer... Faço traduções.
-De qualquer língua? - Apimentou com uma inevitável vontade mórbida de agarrá-la ali mesmo
-Grego e inglês.
Antes que fizesse qualquer comentário Marileine chamou o vendedor de sorvete e pediu um picolé. Optou por chocolate crocante. Quando ela segurou no pauzinho ele viu as mãos mais delicadas e singelas, com as unhas pintadas de vermelho sensual.
Ela levou a ponta do sorvete à boca e deu uma chupada na pontinha. Ato reflexo, ele deu uma mexida na areia, parecendo ter sentido a consequência prazerosa em si, diante daquele inocente ato da sutil Marileine.
Pagou, ou melhor, continuou pagando.
-Você mora por aqui, Marileine?
-Com meus pais.
-Estuda?
-Estudei até os vinte e três.
-Então, parou há pouco tempo...
-Quatro anos.
Pronto descobrira que aquele mulheraço, tipo grande final de gala do Cirque de Soleil, tinha vinte e sete anos.
-Se formou em quê?
-Nutricionista.
Oh céus, era tudo que ele precisava! Iriam falar sobre comer, qual a melhor comida, como comer melhor, onde,e o quê, devagar, médio ou de presssinha, se chupar laranja tinha mais vitamina do que tangerina, se ela gostava de mandioca, cenoura, nabo...
Enquanto pensava estas mirabolantes e antropofágicas fantasias sensuais, passa novamente o cara do Mate. Pagou, outro. E mais um sorvete e, enfim...Continuou pagando.
Naquele momento,aquilo era melhor investimento dele.
Porém, num abrir e fechar de olhos, poucas semanas depois tudo teria mudado e sentia agora saudades de Marileine, pois, ela tinha se casado com um armador e milionário grego.


A competição foi muito desigual, pois, ele só tinha um caminhão que, até daria para levar toda aquela areia de sedução mas, reconhecia que, nos navios do grego, Marileine deveria estar sentido mais segurança e com mais espaço para servir-se e ele até esperava que ela pudesse estar sendo bem atendida, em mesas fartas de muitos e variados talheres.
Pois, enquanto, Marileine esteve com ele, naquelas poucas horas na praia nem os seus talheres ele pode apresentar, como ela merecia! Porém, quem sabe um dia ela se lembrasse dos biscoitos, mates e picolés de pauzinho servilmente pagos por ele, naquela areia da praia, na qual ele tornou-se escravo de todos os mimos e vontades dela?
E se um dia ela voltasse, enjoada do balanço da embarcação grega em alto mar, pensava ele com sonho solto e livre dos otimistas ingênuos, ela iria pagar tudo com juros e correções monetária com  muitas moedas de sexo ardente.
A única duvida que ficava, era qual a moeda aquele lindo corpo daria preferência para negociar sua poupança afetiva.
Uma dúvida cruel e que já tinha sido muito desfavorável a ele.
E com este sentimento agudo de inferioridade e perda,  sempre que voltava àquele mesmo lugar na praia e durante muito tempo,berrava enlouquecido:
-Querem que eu minta? Eu perdi,eu perdi!





O QUE OS HOMENS E AS MULHERES MAIS OUVEM NA CAMA !




O que as mulheres mais ouvem na cama.             

-Esquece meus cravos,pô!
-Vira                                                                      
-Vem por cima
-Fica por baixo
-De ladinho
-Empina
-Para de rir
-Compras? Agora não.
-Está pensando em quem?
-Calma, vai endurecer.
-Tô de saco cheio de “papai e mamãe”.
-Esquece essa mancha no teto.
-Dá pra você parar de se fingir de morta?
-Continua com dor de cabeça?
-Tá apertando muito, isso não é ovo de pato.
-Já está cansada?
-Deixa só um pouco atrás
-Cuidado vai bater com a perna no abajur
-Chega agora ou dormir.

O QUE OS HOMENS MAIS OUVEM NA CAMA.

-Já disse que aí não!
-Tomou banho?
-Vai morder a tua mãe.
-As contas estão atrasadas
-Egoísta.
-Egoísta.
-Egoísta.
-Egoísta.
-Egoísta.
-Egoísta.
-Egoísta.
-Egoísta.
-Egoísta.
-Egoísta, entendeu?


PESADELO SEXUAL.

                             


Estava tão dolorido que mal conseguia levantar-se da cama. Mas afinal o que teria acontecido? Com muito esforço foi ao espelho e ao olhar-se viu que, seu rosto estava com os olhos pretos como se dois socos muitos potentes os tivessem atingidos.
Seus lábios inchados, não davam mais para fechar a boca e todo o seu corpo estava marcado por dentadas e unhas perfurantes.
Não acreditava naquela visão aterradora das marcas no seu corpo. E começou a tentar lembrar-se do que tinha acontecido.


Chegara à conclusão que antes de dormir estava em perfeito estado físico e agora aquele terrível bagaço humano.
Aos poucos, no entanto, algumas lembranças começaram a vir a sua mente, eram fugidias lembranças do seu sonho.
E logo escutou, Escutou uma voz lá no fundo da casa:
-Bromélia,minha esposinha querida, comprou minha cervejinha?
-Não tive tempo Clodoaldo Praxedes, trabalhei feito uma louca, arrumei a casa toda, o banheiro estava um chiqueiro, tinha cueca suja até debaixo da cama, o chão estava coberto de farelo de pão, pedaços de mortadela, cinzas de cigarro. Você está fumando muito Clodoaldo.

-E o que você tem com isto,Bromélia? O pulmão é meu e que se dane! E outra coisa: onde está a camisa preta que eu pedi para você passar?
-Não deu tempo Clodoaldo.
-lógico que não deu tempo mulher, você só fica conversando com estas vagabundas iguais a você, vai pro botequim, paquerar estes homens casados aqui do bairro. Você é uma mulher casada.Tenha mais responsabilidade.Olhe o futuro dos seus filhos,Dê bom exemplo,Bromélia.Seja mãe, e não uma piranha.
-O quê, Clodoaldo Praxedes? Você me chamou de piranha,seu bebum? Disse que eu sou vagabunda, não faço as coisas da casa, então eu vou te encher de porrada, seu frango de macumba.
E então, Bromélia, partiu para cima de Clodoaldo Praxedes, com tudo e, acertou-lhe vários socos na boca.
Voaram seis dentes.
Dava-lhe pontas-pé no saco e fez o conteúdo virar omelete.


Clodoaldo Praxedes gritava por socorro, mas a vizinhança dizia que em briga de mulher com homem, ninguém deveria meter a colher, pois, segundo eles se Bromélia não sabia por que estava batendo, com certeza Clodoaldo sabia por que estava apanhando.
E Clodoaldo continuava a tomar muita porrada.
Isto estava se tornando uma rotina, eram todos os dias, pois Bromélia chegava bêbada em casa, frustrada por não ter transado com aquele homem que, ela estava paquerando e louca para dar-lhe uma dentada naquelas nádegas saradas, e enquanto isso o chato do Clodoaldo Praxedes só vivia reclamando que, precisava fazer as compras, comprar cervejas, pagar o colégio da criançada, ir ao barbeiro e não tinha dinheiro,dinheiro,dinheiro...
Bromélia, então irritada dizia aos berros que se ele bebesse menos, o dinheiro que ela dava pra ele, sobraria e... dava  mais porrada no Clodoaldo Praxedes.
Bromélia jogava panela na cara dele, dava rasteira, soco na barriga, na cabeça e o pobre coitado, sozinho e sem a quem recorrer,sentindo-se o último dos homens ,trancava-se no quarto e chorava,chorava,chorava...


Clodoaldo Praxedes, só aguentava aquela desmoralização  pensando na família, nos filhos, no lar engolia, a seco.
Sua vida era um inferno!
Sexo que é bom, Clodoaldo só via pela Internet, pois Bromélia o castigava naquilo que tanto ele gostava.
Em meio a tanto desespero, constrangimentos e cenas degradantes, de repente, ele ouviu um barulho da campainha da casa e Clodoaldo Praxedes quase caiu da cama.Só então entendeu que tudo aquilo era um pesadelo.
Nossa a sua alegria foi tanta que até banho ele tomou naquele dia.
Atordoado, nem comentou nada com a Bromélia , mas se ainda tinha dúvida da necessidade de algumas leis entrarem imediatamente em vigor, pelo menos de uma ele jamais esqueceria: A Lei Clodoaldo Praxedes em homenagem, no mínimo, àquele terrível pesadelo.