RESPEITÁVEL PÚBLICO : HOJE TEM SACANAGEM ? TEM, SIM SENHOR !



Ando meio abatido e as minhas fantasias afetivas abaladas pelo que transformaram, impunemente, aquilo que um dia já foi um tão esperado e desejado, beijo na boca.

Nestas baladas e bailes raves, nos quais faz-se uma verdadeira olimpíada de beijos na boca , dependendo das quantidades e como são as pegadas, você pode ganhar além de muita saliva, quem sabe também, uma significativa troca de virus e bactérias indesejáveis? Tem de tudo!






Agora, também nos programas de televisão, juntam-se casais que nunca se viram e num deles, aos domingos, o melhor beijo na boca ganha um mil e duzentos reais, sendo, seiscentos para cada um do casal, e no outro, aos sábados à tarde, os rapazes conhecem a menina ali na hora, sorteiam de dentro de uma sacola ao som de uma música cuja letra é, bole, bole, bole, mexe, mexe, mexe, e tiram a sorte que pode ser selinho, beijo no canto da boca, beijão e beijão com pegada.

Na quase totalidade dos casos o casal dá logo é um beijão com pegada, seja qual for o cartão sorteado e a câmera fica focalizando aquelas línguas, aqueles lábios, enfim, aquelas bocas, se engolindo e virando-se pra lá e pra cá, com as cabeças entortando-se de forma brusca e, nervosamente querendo demonstrar a melhor performance.

Um quadro típico de uma em situação característica de um ataque surpresa de epilepsia.

Caracas!

Em ambos os programas, o auditório vai a loucura, como se estivessem no antigo Coliseu romano onde o público ensandecido pedia aos gladiadores: Morte, morte, morte!

Neste caso, moderno, o auditório em crise histérica coletiva instiga o casal: Trepa, trepa, trepa!

O que é isso?

Antes de tentar explicar, deixe que eu lhes conte que, tempos atrás, conheci um senhor com seus quase oitenta anos de idade e naquela época estava no auge da moda, a minissaia, daquelas, bem no meio das coxas.

Este senhor então me disse:

- “Meu filho se na época que eu tinha vinte anos, as mulheres usassem estas saias, elas todas seriam estupradas em praça pública. Os homens da minha época, jovens e cheios de hormônios, não agüentariam ver uma mulher nua deste jeito!”.

Voltando ao beijo na boca.

Eu não tenho oitenta anos, um dia chegarei lá, mas sou da época que os homens chegavam até ao orgasmo ao dar um beijo na boca de uma mulher.

Hoje, os caras e as meninas ficam vários minutos se engolindo na frente das câmeras e ninguém goza?

Parecem que acabaram de chupar uma laranja, comer um sanduíche de mortadela...

O que está errado nesta história?

É que o erotismo do beijo na boca foi tão banalizado e substituído por um ato de exibicionismo, absolutamente, circense!

Não tem mais nenhum segredo, intimidade, jogo de sedução, mistério, nem absolutamente, nenhuma dificuldade, enfiar a língua na boca de terceiros, quartos, quintos... Que saudade!
Não tem mais conquista, pois afinal de contas a boca, a língua e o escambau, são coisas muito íntimas, sim!

Virou um esporte, como tiro ao alvo, ou no futebol, bater um pênalti, no basquete fazer uma cesta e no boxe botar o outro a nocaute.Acabaram-se as fantasias!

E por aí caminha também, fazer a prática do sexo.

Deixo bem claro que tudo isto que está acontecendo agora, e por mais paradoxal que pareça, sempre foi o grande sonho do “homem de ontem”, chamado de machista, predador, chauvinista ...e o que mais?
Lembram-se !
Este modelo de prática da sexualidade sem restrições, suruba total, mulheres absolutamente, disponíveis e entregando-se sem exigirem os menores esforços para serem conquistadas foi construído, e consentido exatamente, após as mulheres terem - e com todos os méritos - conquistado com lutas e muitos sofrimentos o atual patamar de liberdade social.

Onde foi que erramos?

Olha, ficou muito sem graça e, repito, se há alguns anos os homens torciam para que o sexo chegasse neste estado de liberalidade em nos encontramos, agora ao chegarmos, a gente fica lamentando de ter imaginado que isto se tornasse possível, um dia.
E tem homem que já nem larga, mais o seu, com medo de sequestro.
Então, meu amigo, freia este trem por aqui, pois corremos o risco de congelarmos nossos sentimentos, nestas tempestades de neve libidinosa e demonstrações pífias de sexualidade
.

33 comentários:

  1. Ah Paulo... vc é uma comédia, mas sem enganos, sem erros!!!rsss As fotos estão também geniais!!!!rss Pois é, amigo... Logo o beijo, aquele beijo mais profundo, especial e gostoso, que atinge o fundo de nossas almas, não escapou de ser banalizado assim. Que peeeena.

    MARAVILHA DE TEXTO!

    Beijos respeitosos!rs
    Glória

    ResponderExcluir
  2. Adorei!
    Realmente a coisa anda tão banalizada que a meninada de hoje faz e n em sabe o porque ou para que...faz por moda, para estar na onda, não sente o real sentindo do beijo ou do sexo.

    ResponderExcluir
  3. Bravo!
    Pessoa seus posts fazem muita falta!
    Adoráveis palavras
    e abordagem extraordonaria
    de um tema.
    Saudades de voce la no meu canto tambem.
    Espero que esteja bem de verdade... estou digamos
    às portas de ir ao Rio.
    Bjins entre sonhos e delírios

    ResponderExcluir
  4. Oi Paulo.

    Passei mal de tanto rir com o texto e as fotos rs. Aliás, onde você acha essas "pérolas"?

    É verdade que hoje em dia as coisas andem muito banalizadas. Uma pena mesmo.

    Bjs e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  5. Daqui um tempo, nem sexo vai ser novidade mais.Infelizmente a banalização é generalizada.
    Muito bom o seu texto.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Já tentei escrever sobre a mulher auto-banalizar, mas confesso que adoro a sua abordagem!

    ^^

    Rezo para que a sociedade sofra um declinio e volte a um ponto em que você poderia demorar mais de um olhar para beijar uma pessoa...

    Beijos paulistanos

    ResponderExcluir
  7. Paulo concordo com vc em numero genero e grau...
    Gosto das coisas a moda antiga tbem
    onde o homem conquista a mulher o beijo vem depois de muita conversa e afinidade descoberta e assim por diante talvez por isso estou solteira ainda
    kkkkkkkkkkk
    bjossss

    ResponderExcluir
  8. Quem diria que falta faria o romantismo do tempo da vó!
    Mas o destempero e o imediatismo aflorado transformaram tudo em mero prazer do tipo agora... agora.
    Para que conquistar se não vai levar, o negócio é ficar com o maior número possível... Que pena! Não tem mais o olhar, a conversa. Agora é olhar e pegar, agarrar e rolar. O beijo banalizado é demonstrado e pago em programas de TV. Mulheres sentadas, assistindo o desfile de homens para escolher e depois cerceadas por uma platéia beijam o rapaz, fazer o que... O povo pede e vê.
    Mas não se pode fugir, tudo tem um preço e a gana pela grana e exibicionismo levou o beijo para o picadeiro do circo. Beija...Beija e não sente prazer e ai beija mais e mais em busca do sentimento perdido.

    Muito bom Paulo: texto e imagens.
    Beijos de Minas rsrsrs

    ResponderExcluir
  9. Um bom texto para se pensar sobre a realidade atual em que estamos inseridos. Hj, nós mulheres, comemoramos nossa "liberdade" quase 100% conquistada, mas do que adianta, se não sabemos o que fazer com ela?? Infelizmente, banalizou-se tudo...

    ResponderExcluir
  10. Banalizou-se o sexo, banalizou-se o amor, banalizou-se tudo. O que realmente tem valor virou nada e o nada é o que conta. O mundo pirou de vez!

    ** Obrigada pela visita e pelo recadinho carinhoso.

    ;)

    ResponderExcluir
  11. ...eu percebo que hj em dia não existe mais aquele lance do lferte,do mistério,da conquista...

    isso é meio brochante.....

    gosto de conservar isso,pos tdo fica mais excitante.....

    infelizmente hj em dia tudo virou festa....uma banalização totaaal..


    bjbjjbjbjbjbj...adorei aqui!

    ResponderExcluir
  12. Realmente tudo q vc disse é verdade agora não sei se isso foi culpa dos homens ao querer liberdade ou de nos mulheres de querer igualdade...

    Mas uma coisa digo, nem todas nós somos assim...

    Beijos e boa semaninha...

    ResponderExcluir
  13. Na ânsia das mulheres quererem igualdade, acabaram ficando iguais aos homens. Elas eram o freio, o mistério, a própria sedução.
    E o pior disso tudo é que ao banalizar o beijo e/ou o sexo, na realidade o que está sendo banalizado são as próprias pessoas. É nisso que precisamos pensar.
    Bjuss

    ResponderExcluir
  14. Meu amigo. Abordou com o tema com humor, mas também cm grande dose de seriedade. Eu já estava pensando nisso também.Beijar era uma coisa tão boa. Agora com a banalização a gente toma até nojo. Tudo está banalizado. Somos da "geração pode tudo". Ê maravilha, e vai todo mundo de f.... Um abraço

    ResponderExcluir
  15. Já faz um tempo que o beijo foi banaliado e eu lamentei desde o dia em que percebi, sempre questiono minhas amigas e amigos em relaçao a isso, e eles dizem que estou enganada, está tudo como era antes da forma que melhorou! :(
    Duvido que tenha homens com medo de sequestrarem o "seu", podem até reclamar de uma atitude ou outra da mulherada que hoje está bem "animadinha" rs, mas não despensam o sexo fácil!

    ResponderExcluir
  16. Legal, Paulo! Abordou um assunto sério mas com muita leveza e humor, parabéns!
    Lamentável que os beijos de língua estejam tão vulgarizados! Como era bom, nos idos tempos... Ai ai... A gente ficava molhadinha e empolgadinha, cheia de planos e idéias na cabeça, depois de beijar o "seu" namorado!! Ahhh sim, pois tinha essa coisa de namorar e não de ficar!! Hj em dia, os jovens já saem de casa, apostando quem vai beijar mais naquela noite, de todo o grupo... Uma pobreza total!! Acho que vai chegar ao ponto em que "fazer amor" vai ser totalmente obsoleto e ultrapassado!! Sabe-se Deus o que eles vão inventar... Mas não estarei viva pra ver!! rs
    Ando "percisada" de um bom beijo de língua, mas com muito amor e carinho!! Lembro-me de um namoradinho que tive, há tempos atrás, em que passamos uma madrugada inteira, nos beijando dentro do carro, e só me dei conta do tempo, quando percebi que a barba dele tinha crescido......... É mole?? rs Mas que foi bom demais, isso foi! rs
    Quer namorar comigo? rs

    Helô

    P.s. A sua barba cresce rápido?? rs

    ResponderExcluir
  17. Não conhecia esse aqui tb......bom demais rss
    Tá até recebendo pedido de namoro aí heim?kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    beijos querido.

    ResponderExcluir
  18. cara, vc é uma comédia.
    ri muito com seu texto deveras realista.
    :)

    ResponderExcluir
  19. Oo que legal!!
    Adorei aqui, vc é divertido
    e fala a verdade brincando!!
    Parabens!
    XD

    ResponderExcluir
  20. NOssa que blogger interessante! trata o sexo com um tom maior de comédia e realismo. adoreiii vc ter me achado por ai.. kkk
    até + .. e parabéns pelas criações.. bj

    ResponderExcluir
  21. Ah, mas felizmente o mundo também não é feito só de micareteiros, né?

    ResponderExcluir
  22. Amigo, já estive aqui, mas voltei para agradecer suas palavras lá no blog. Muito obrigado mesmo.Corrijo você,se me permite. Não escreve poema,mas tem um humor inteligentíssimo, muito sagaz. Enfim, a arte é isso. Cada um dá sem tom onde mais gosta e se identifica e aqui na sua, você é imbatível.Parabéns. Um abraço

    ResponderExcluir
  23. Olá!
    Seus texto está expetacular como sempre.
    Mas não tem mais solução para esses casos, graças à mídia e a sociedade capitalista.
    Hoje tudo o que não presta é o que vale e importa para a maioria.
    Uma triste realidade pra quem ainda possui bom senso.
    Bj

    ResponderExcluir
  24. paulo, primeiro texto seu que leio, adorei ! sempre quis ter essa 'veia humorística' na arte literária, mas, fato que é, que meu humor em palavras sempre foi sofrível :P então me abasteço de outros :D
    e nesse caso mt bem, adorei a abordagem de um tema atual e 'interessante' sejam quais forem os interesses.

    Beijos e abraços gaúchos (que em pouco se diferem dos cariocas, imagino eu)

    ResponderExcluir
  25. ALERTA!

    La estafa automotriz mas grande en el territorio Mexicano…

    Para MAS informacion pinche:

    http://expoautos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  26. OLÁ! MUITO BOM AMIGO PAULO...ONDE CHEGAREMOS COM TUDO ISSO?
    VC CONSEGUE FAZER COM QUE REFLITAMOS SOBRE MUITA COISA...ISSO É IMPORTANTE, E O MELHOR, CONSEGUE TAMBÉM VER O LADO ENGRAÇADO DE TUDO ISSO.
    GOSTO MUITO DAQUI. PARABÉNS!
    SORAYA

    ResponderExcluir
  27. Mas é exatamente isso que acontece: beijo e sexo foram tão banalizados que o que mais se encontra por aí é gente com vida sexual ativíssima que não ama ninguém, não sente absolutamente nada por pessoa nenhuma, nem aquele afeto básico. Essa desvinculação do sexo e do amor tornou as pessoas muito menos românticas, sentimentais e amorosas. É só uma selva de epiléticos (como dizia a Rita Lee) querendo gozar sem sentimento nenhum.
    E eu, que sou uma romântica, sou a favor do beijo de verdade e do sexo com amor.
    Como pode esse povo que vai pras micaretas e beija 20 no mesmo dia? Veja bem, não sou careta, não acho que sexo deve ser feito depois do casamento ou do namoro. Mas tem de ser feito com vontade e não só por fazer.
    Enfim, é só uma opinião.
    Adorei o post, estou seguindo!

    ResponderExcluir
  28. Paulo! Você tem um dom.
    É incrivel como consegue escrever sobre um assunto tão vergonhoso para a sociedade em conjunto com um humor tão bem colocado, sem deixar e sem perder o contexto.
    Ficou perfeito.
    E devo confessar.
    Você tem toda a razão. O mundo está cada vez mais estranho e se continuar assim, sentimentos deixaram de existir.

    Adorei o seu texto.
    Um beijo querido ;@

    ResponderExcluir
  29. Olá !
    Vim aqui te conhecer,
    espero voltar mais vezes,
    conheca mais as minhas idéias !
    Até logo
    Luciana - Idéias Expressas

    ResponderExcluir
  30. HSUAHSAUHSUAHSA
    ADOREEEI TUDO POR AQUII ! shaushasa
    demaiis

    palaaa '''

    ResponderExcluir
  31. KKKKKKKKK, hilário!
    Oi Paulo, vim retribuir a visita no meu blog e agradecer pelo carinho.
    Bjs!!!!

    ResponderExcluir
  32. Menino Paulo!

    Muita coragem a sua em discorrer sobre um assunto tão delicado...ADOREI! Principalmente vindo de um Homem...Assino em baixo cada palavra sua...
    Nos meus trabalhos atualmente, um dos objetivos é exatamente despertar a mulher para um retorno...Retorno esse, pautado em no re-descobrir-se, se respeitar, se reconhecer enquanto mulher, feminina e fêmea. As gerações passadas, que tiveram a felicidade de vivenciar os despertares internos no seu ritmo, guardam na memórias momentos muito marcantes. Eu, tenho a felicidade de ter vivido essa época...E confesso. Adorei.
    Quando ouve a revolução feminina - a queima dos sutiãs...se conquistou a tão sonhada 'liberdade'. Mas,então, lhe pergunto: O que fazer com a 'liberdade'? Essa é uma das grandes discussões nas rodas nos meus trabalhos...Abriu-se as porteiras, e todo mundo saiu correndo, sem saber bem para onde ir e o que fazer...
    Fico muito feliz em saber que muitos homens, hoje em dia, preocupam-se com o que vemos diariamente...A banalização de sentimentos e corpos. A mídia é uma que se alimenta com uma fome voraz...Uma pena...As pessoas se permitirem ser o alimento. Se não ocorrer uma revisão de valores...Já sabemos onde estamos indo parar.

    Abraços

    Namastê!

    ;D

    P.S
    Peço se possível usar de seu depoimento em um de meus encontros, com os devidos créditos.

    ResponderExcluir