DIÁLOGOS DE ALGUNS ANOS ATRÁS* ENTRE UM CASAL DE NAMORADOS.

-Querida, confie em mim,eu vou botar só a cabecinha** tá bem?
-Está bom meu amor eu acredito em você.
- Não se preocupe, pode deixar.Depois eu vou levar você para tomar um milk shake de chocolate. Você vai casar comigo virgem !
-Não querido, nem precisa gastar seu dinheiro, eu quero é que você se satisfaça, descarregue, homem precisa disso.
-Pois é amor, se eu não fizer isso com você eu saio daqui com meu saco doendo muito,latejando e vou ter que procurar uma destas mulheres da vida, em rendez-vous***eu detesto o cheiro destas mulheres.
-Tá louco amor, nem pensar. Faz comigo. É só a cabecinha, não é amor? Se doer eu falo, mas não vai não, porque eu amo muito você meu amor. Pode se satisfazer à vontade eu gosto de te dar prazer.O meu prazer é te dar prazer.Esquece de mim.
-Amanhã eu apanho você pra gente ir ao cinema. Tá?
-Vamos, ou não, depende de você, você é o homem ou sou apenas uma mulher, quem decide é você.
-Então eu vou me satisfazer, está bem?
-Isso é o que eu quero, esquece de mim, faz o que você precisa, mulher não precisa destas coisas. Isto é necessidade de homem, mamãe já me explicou tudo!
-Tá querida, quando eu estiver satisfeito, você vai dormir e eu a uma festa com uns amigos.
-Posso ir com você?
-Já disse que você vai entrar e dormir.Nem pensar, é festa de arromba, coisa de macho!
-Pode ir meu amor , é só coisa de homem né?Eu confio em você.
-Agora, não saia de casa , estou te avisando! -De jeito nenhum, se quiser chegar de surpresa eu vou estar quietinha te esperando e ainda, vou fazer doce de abóbora com coco que você tanto gosta .
-Então, deixa eu me satisfazer, fica quietinha, que eu não agüento mais.
-Tá mesmo que doa um pouquinho eu fico bem quietinha, se você puder não sujar minha anágua**** agradeço. Vai meu amor se alivia...



* Mil novecentos e ontem

** Expressão, em geral enganadora usada pelos homens na época, garantindo que não iam tirar-lhes a virgindade.Elas acreditavam!

*** Também chamadas de Casa de tolerância, onde as prostitutas recebiam os homens para sexo remunerado e com tempo limitadíssimo para cada cliente.

**** Saia usada sob o vestido, em geral mais curta que este.

20 comentários:

  1. Postando textos antigos???
    Bem como nós mulheres mudamos hem,rsrsrsrsrsr...pena que infelismente ainda exista algumas que caem nestes papos furados...

    Bom texto...

    ResponderExcluir
  2. Ei Paulo!!
    Tbm ja estou te seguindo... Adorei o seu blog, super criativo!! Parabéns!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Paulo, gostei muito...pior que as mulheres agiam dessa forma mesmo.
    Quanta mudança de lá pra cá, não?

    Essa anágua está linda por demais, lembro das que minha mãe usava, eram bem diferentes.
    :)
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. As mulheres realmente mudaram muito, mas os homens tb e as conversinhas pra boi dormir tb. rs

    Interessante teu jeito de blogar.Diferente e muito legal.Gostei muito.Virei mais vezes.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Paulo!
    Nada como o tempo para colocar um homem no lugar dele.....rs
    Cedo ou tarde essa "escravidão" teria fim e principalmente as mentiras convenientes aos homens.
    Pena que ainda existam homens que criam farsas e tentam viver delas por um tempo. Bom é saber que nenhuma farsa dura muito tempo e quando termina o estrago é tão grande que no fim, nós mulheres, só podemos ter mesmo misericórdia....rsrsrsrsrs e não acabar de detonar mais um mentiroso!!!!

    Nossa, to contra os homens hoje....kkkkkkkkkkk

    beijo grande pra vc e um final de semana lindo!

    ResponderExcluir
  6. VALEU PAULO !!!!!!!

    OBRIGADO PELA VISITA,JA ESTOU TE SEGUINDO NOS 3 BLOGS,ESTOU APENAS COMEÇANDO,E O APOIO QUE RECEBO É FUNDAMENTAL.GOSTEI DOS 3 BLOGS,SÓ NÃO ENTENDO COMO CONSEGUE TANTO MATERIAL E TEMPO.

    FIQUE NA PAZ

    FORTE ABRAÇO DO

    DEZACERTO DE JACARAPEBA

    ResponderExcluir
  7. Gostei demais...ótimas imagens.

    abraços
    de luz e paz

    ResponderExcluir
  8. ...adorei a anágua!!!

    rsrs

    vc é demais!!

    bjbjbj

    ResponderExcluir
  9. Belo post!

    Belo blog!

    Gostei pra caramba... Parabéns! Voltarei aqui mais vezes!

    Convidaria a conhecer meu trabalho (poesia, música, teatro)

    Ficaria feliz demais! http://mailsonfurtado.com

    ResponderExcluir
  10. Meu caro amigo não sabes como me confortaram suas palavras em meu espaço...

    É fascinante saber e continuar a acreditar que existem pessoas como vc que deixam o país mais alegre e bonito, pela valorização do que possa ser considerado arte!!!

    Abraços de seu novo amigo MAILSON FURTADO!

    ResponderExcluir
  11. Não é tao raro isto acontecer ainda hoje, Claro que não em todos os detalhes.
    maisssssssssssssssss

    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  12. Meu querido carioca Paulo!

    Gosto um tantão de voc~e, sabia? Me emocionei com o seu comentário lá no meu OLHAR...

    Na verdade, a gente tem mesmo é que ter por perto aqueles que a gente ama, e que nos fazem bem....mais vale a qualidade do que a quantidade...

    Adorei este texto e morro de peninha destas mulheres de antigamente...sabe....bato altos papos com minha avó, que tem 92 anos, completamente lúcida...e ela me conta que era bem assim mesmo...que loucura!!Mulheres não podiam sentir prazer, era meio que "pecado"...não podiam se expressar...

    beijos em você com o meu carinho de sempre!

    Bia paulOstinha...

    ResponderExcluir
  13. (Risos). Quanta verdade!
    Mulher era o "bicho mais besta" do mundo.
    Acredita, que nessa época, falava-se..."Cuidado! beijar em pé engravida" e eu de besta que era, demorou muito para acontecer isso, mas um dia resolvi beijar em pé e fiquei um mês esperando a menstruação descer, para eu saber que não estava grávida. (risos)
    Santa ignorância...
    mas era verdade isso mesmo.
    Lembro-me que uma pessoa foi obrigada a casar-se com dezessete anos, por que a mãe dela, descobriu no seu diário, que ela não era mais virgem. E não houve jeito a explicação do casal, o namorado, afirmava que tinha só colocado nas coxinhas" (kkk...aqui é gargalhada mesmo).
    Ainda bem que os tempos mudaram...ignorância demais é fogo pra se aguentar.
    Adorei o texto...muito legal.
    Você sabe bem o que faz.
    Um final de tarde tranqüilo e um forte abraço.

    ResponderExcluir
  14. Como eu sou uma mulher bem antiguerrimaaaaa...
    Me casei virgenzinha.
    Com o primeiro namorado.
    Unico namorado, unico marido...
    Sei lá até que ponto isso é bom.
    Coitadinha de nóis velhinhas assim lá do tempo que mulher honesta não permitia nada antes do casamento e se permitisse era mal vista e mal falada.Oh God!
    Se hoje fosse assim,será que existiria alguma mulher que não fosse mal falada?
    KKKKKKKKKKKK...Dificil neh?
    Mas deixa que curtam, é melhor que façam isso. Assim não passam a vida em fantasias.
    Bjão querido, tenha dias achocolatados

    ResponderExcluir
  15. Adorei o trajeto e a sociedade de palavras ,muito interesante, cada tempo tem seu estilo.

    Besitos

    ResponderExcluir
  16. 3 anos de BDSM.. com muito carinho ofereço um selo a todos.

    bjs de mel

    ursinha

    ResponderExcluir
  17. ... e a falta de afinação não causava cacofonia! os tempos mudaram e os ouvidos tb! :)
    bom demais o seu blog!
    beijo

    ResponderExcluir
  18. Adorei esse jeito gostoso de falar de sexo com humor, é demais. QUERO SER SEGUIDORA DO SEU BLOG, SIM.Beijos

    ResponderExcluir
  19. Vc é terrivel!!! hehehe

    Adorooo... :P

    ResponderExcluir